Saidinha

Condenado em regime de saidinha do Dia das Mães é preso após danificar vitrina e objetos em comércio de Araçatuba

A história ficou mal explicada. Já próximo das 19 horas o funcionário de um comércio do Bairro Umuarama em Araçatuba, estranhou um desconhecido escondido nos fundos da empresa, comunicando o fato aos proprietários.

Por não saber as reais intenções do pic esconde, a direção achou por bem acionar a Polícia Militar por estarem mais preparados a lidar com este tipo de situação.

Acredita-se que ele tenha percebido a movimentação pois ato contínuo, o homem identificado apenas por D.V. de 31 anos, enlouquecido, partiu para cima de uma mulher, em seguida passando a danificar vitrina, objetos, chegando a cair sobre um balcão onde sofreu ferimentos generalizados.

Não satisfeito o homem evadiu-se antes de a PM chegar. O que não prejudicou em nada a ação dos homens da Lei e da Ordem. Após ouvir a vítima e ter os dados e características do Pic esconde. Em patrulhamento com vistas ao fujão,a equipe o encontrou logo em seguida, porém ele se recusou a passar seus dados pessoais bem como esclarecer o ocorrido, apresentando várias escoriações generalizadas, para as quais ele se recusou a receber atendimento médico.

O homem já havia caminhado algumas quadras sendo localizado pela Rua Heleno de Souza, altura do número 143, sendo de imediato detido. Em decorrência do comportamento já apresentado por ele, por questão de segurança e preservação da integridade física tanto da guarnição como do próprio Pic esconde, foi necessário uso de algemas, para condução ate a central de Flagrantes.

Diante da autoridade policial foi constatado que o homem estava de saidinha temporária da Penitenciária Nestor Canoa, a P1 de Mirandópolis, pela passagem do Dia das Mães, sendo ratificada a voz de prisão em flagrante por Dano, ficando o mesmo à disposição da Justiça.

O Homem acabou justificando sua estadia no comércio como tendo sido uma tentativa de se esconder de um suposto Batata, que seria quem desejava matar-lhe, o que não restou comprovado. A empresa amargou no prejuízo!

Texto Por Marilene Gonçalves

Foto, ilustrativa retirada do Facebook.com



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Show Buttons
Hide Buttons