Pacional

Ex namorado é acusado de tentar matar namorada depois de atropelá-la de carro estando ela em uma moto em Avanhandava

O atropelamento aconteceu pela
Rua Hermínia Godino de Moura, Bairro Campos Verdes na cidade de Avanhandava, pouco antes das cinco horas da manhã da última quinta-feira 06 de junho e foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Penápolis .

Já era quase cinco da manha quando o Copom recebeu pedido de socorro, após atropelamento sem socorro às vítimas. Deslocado equipe onde foi feito contato com a vítima.

Em contato com a vítima G. condutor da motocicleta este informou que transitava levando como garupa sua amiga R. pela Rua Hermínia Godino de Moura quando, um veículo Voyage de cor branca com os faróis apagados conduzido pelo
ex-namorado de R veio a colidir propositalmente na traseira de sua motocicleta.

Ele disse ainda que, após ter derrubado as duas vítimas ao solo, saiu do veículo de posse de uma chave de cano, com a qual desferiu vários golpes e chutes no abdome da moça, foi quando G. conseguiu acionar a Polícia Militar.

Ato contínuo a moça teria conseguido se desvencilhar das agressões correndo para casa de uma amiga, que fica nas imediações. Ao perder a ex namorada de foco, o agressor evadiu se do local supostamente para sua casa.

Diante da gravidade dos fatos a equipe se deslocou ate a casa do agressor sem sucesso. Indo em seguida à casa da segunda vítima, sendo feito o contato. Aos policiais a vítima contou sua versão dos fatos mostrando as lesões sofridas, relembrando que durante o tempo em que o ex namorado a espancava, ele repetia que iria matá-la.

Diante dos ferimentos foi necessário condução das vítimas ao Pronto Socorro do município,onde foram medicadas e posteriormente encaminhados para a santa casa do município de Penápolis para exames mais detalhados. Feito acionamento da equipe do Instituto de Criminalística para perícia do local

Ao ser localizado e conduzido à delegacia o con dutor do veículo e ex namorado da moça, disse que:”transitava com o veículo Voyage, pela Rua Hermínia Godino de Moura, quando a motocicleta cruzou a sua frente não tendo assim como evitar o acidente.

Ele disse ainda que não teria prestado socorro porque os ocupantes da motocicleta ficarem de pé saindo local e indo para sua casa.

Após oitiva das partes e tão logo o laudo pericial seja anexado aos autos, o inquérito devera ser encaminhado ao judiciário para decidir a questão.

Por Marilene Gonçalves

Imagem meramente ilustrativa tirada da internet

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Show Buttons
Hide Buttons